As vendas de material de construção apresentaram queda de 3% no mês de janeiro, em comparação ao mesmo período do ano passado, segundo levantamento divulgado hoje (05) pela Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco).

Em comparação ao mês de dezembro, houve queda de 10 pontos percentuais nas vendas de materiais de construção. Praticamente todos os segmentos contribuíram para a queda em janeiro, exceto os de revestimento cerâmico, argamassa e rejunte, que apresentaram crescimento entre 3% e 4% com relação ao mesmo mês de 2012.

Para o presidente da Anamaco, Cláudio Conz, a queda nas vendas em janeiro já era esperada por causa das férias e das fortes chuvas de verão, que dificultam reformas e construções. A expectativa dele é que, após o Carnaval, as obras sejam retomadas e as vendas de material de construção cresçam.

Leia também:  Escola de SC gera polêmica ao pedir para alunos se vestirem igual 'favelados do Rio de Janeiro'

Para fevereiro, os comerciantes esperam que o volume de vendas cresça em torno de 36%, em comparação ao mês de janeiro. Segundo a associação, os programas de liberação de crédito ao consumidor para compra de material de construção deverão impulsionar as vendas. A expectativa é que o crescimento do setor este ano fique em torno de 6,5%.

Em 2012, o segmento do comércio de materiais de construção fechou com crescimento de 3,1% em relação ao ano anterior, com faturamento de R$ 55 bilhões.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.