Devido à greve dos portuários de Santos e Paranaguá e as fortes chuvas na Serra de Santos, os carregamentos nos terminais de Alto Araguaia – MT e Alto Taquari – MT podem ter um atraso ainda maior. No fim de semana a fila de caminhões nesses locais chegou a 25 quilômetros.

Em Santos, cerca de 15 pontos da linha férrea foram afetadas pela chuva,  o caso mais crítico foi um buraco 45 metros de extensão por 30 de profundidade, motivo que está refletindo nos terminais de Mato Grosso já que não há como o trem sair ou chegar no Estado.

Para o gerente executivo da Associação de Transporte de Cargas de Mato Grosso (ATC) Miguel Antônio Mendes, as empresas e seus motoristas devem manter a organização, “O trânsito nos terminais está fluindo com dificuldade”, pontuou.

Leia também:  Deserto | Deputado estadual se preocupa com situação de Hospital Regional

As empresas ligadas ao setor em Rondonópolis foram avisadas para que neste período cessem os envios de cargas até normalizar a situação.

De acordo com nota enviada pela América Latina Logística (ALL), devido a grave situação a liberação total do trânsito com segurança será a partir de terça-feira (26/02), chegando a um total de 72 horas para que o problema seja resolvido. Na nota a ALL informa que já tomou todas as providências, inclusive notificando os clientes para que aguardem a normalização para não congestionar ainda mais os terminais de Alto Araguaia e Alto Taquari.

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.