A gigante espanhola das telecomunicações, Telefónica, anunciou nesta semana que a desvalorização do bolívar na Venezuela representará perdas de 438 milhões de euros em 2012 e uma redução de ativos de 1 bilhão a partir deste ano.

A mudança para 6,3 bolívares por dólar, ao invés de 4,3, anunciada no dia 8 de fevereiro por Caracas representará para o exercício de 2012 da Telefónica “uma perda aproximada, antes dos impostos, de 438 milhões de euros, sem impacto na dívida”, informou em um comunicado.

Isso porque, sendo posterior ao encerramento do exercício 2012, “a decisão adotada pelo governo venezuelano afeta apenas as estimativas realizadas pelo grupo sobre o valor de liquidação da posição líquida em moeda estrangeira”, afirmou.

Leia também:  Governo publica diretrizes para leilões de energia nova

A aplicação da nova taxa de câmbio a partir de 2013 levará também “à diminuição dos ativos líquidos do Grupo Telefônica na Venezuela (…) em uma quantia aproximada de 1 bilhão de euros, tomando como base os ativos líquidos de 31 de dezembro de 2012”, afirmou.

Parte desta redução corresponderá a “uma redução do equivalente em euros dos ativos financeiros líquidos em bolívares fortes, em uma quantia aproximada de 873 milhões de euros”, informou o grupo.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.