Tete Bezerra coletiva Aeroporto

A secretária Estadual de Turismo, Teté Bezerra (PMDB) esteve na manhã desta segunda–feira (25/02) em Rondonópolis, mais precisamente no aeroporto municipal Maestro Marinho Franco, a visita foi acompanhada por técnicos do Banco do Brasil (BB), que estão a frente da implantação do programa de expansão dos aeroportos regionais, que faz parte do Programa do Governo Federal de ampliação do turismo. “Estão sendo liberados R$ 7 bilhões para a implantação do programa em todo o país, para Mato Grosso foram destinados R$ 320 milhões e o aeroporto de Rondonópolis pode estra dentro desse plano de investimentos”, garantiu a secretária.

Durante a inspeção feita pelos técnicos do BB o secretário de Trânsito e Transporte do município de Rondonópolis, Argemiro Ferreira (PSDB), garantiu que o questionário enviado pelo BB para que Rondonópolis possa inserida no programa federal já está pronto, “Temos até o dia seis de março para fazer a entrega do questionário, porém ele já está pronto, só nos resta esperar que o banco faça a liberação da senha e login para que tenhamos acesso a página da internet e assim fazer o envio do questionário”, afirmou Argemiro.

Leia também:  ACIR marca presença na Feira do Empreendedor

OBRAS DA COPA

Teté bezerra aproveitou a presença da imprensa para adiantar que o aeroporto de Rondonópolis, passará a condição de aeroporto de destino, para a Copa e não mais como de alternativa, quando o aeroporto é utilizado quando do fechamento ou impossibilidade de aterrisagem das aeronaves, “as obras que já estão previstas e devem começar em breve transformarão o Marinho Franco em aeroporto destino, aqui vamos ampliar a pista, aumentar e melhorar as condições da brigada de incêndio, painéis com indicação dos horários de pouso e decolagem, uma sala de controle do tráfego aéreo, esteiras para bagagem e a instalação de equipamentos de segurança do aeroporto”, informou a secretária.

O Marinho Franco que já tem um fluxo anual entre 80 e 90 mil passageiros poderá em 10 anos chegar a um milhão, “temos que planejar o aeroporto para os próximos dez anos e não só o aeroporto o Brasil é carente de planejamento em longo prazo e por isso algumas vezes estamos impotentes diante do crescimento das cidades como é o caso de Rondonópolis, que cresce assustadoramente”,   apontou Teté Bezerra.

Leia também:  Transporte público será gratuito no desfile de 7 de setembro em Rondonópolis
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.