Várias escolas particulares de Rondonópolis estão trabalhando clandestinamente na cidade, segundo a Secretaria de Educação do Estado (Seduc) que é órgão responsável pela fiscalização. A assessora pedagógica representante da Seduc em Rondonópolis, Clecy Machado de Souza, explicou que para essas escolas funcionarem é preciso passar por um processo de avaliação.

De acordo com a assessora até mesmo os berçários precisam de autorização da Seduc para funcionar e que muitos donos não procuraram o órgão para se adequar. Atualmente em Rondonópolis existem 32 escolas particulares que estão autorizadas a funcionar, há algumas ainda que estão em processo (não informou os nomes). Durante a avaliação é analisado a estrutura física, a documentação, quadro de professores e o material pedagógico.

Leia também:  ACIR recebe selo Amigo do catador

Assessora pedagógica também informou que muitas escolas estão com a autorização vencida e que é preciso que essas instituições procurem o órgão para fazer a regularização. Os pais que quiserem saber se a escola está devidamente credenciada pode procurar a Secretaria Estadual de Educação com sede em Rondonópolis, na Sefapro (localizada ao lado do Ginásio Marechal Rondon) . As denúncias de irregularidade também podem ser feitas a Secretaria.

Outro meio de fazer a consulta é através do site do Conselho Estadual de Educação (http://www.cee.mt.gov.br) no link Topázio (http://sigeduca.seduc.mt.gov.br/cee/wcinstituicaotopazio.aspx), lá qualquer pessoa pode saber a situação da instituição. Confira abaixo a lista de escolas regulares divulgada pela assessoria pedagógica de Rondonópolis. Algumas escolas que não apareceram na lista podem ainda estar em processo de regularização ou não aparecem porque não possuem autorização para funcionar.

Leia também:  Nova etapa da Operação 'Bairro Seguro' conta com apoio do Exército
Fonte: Assessoria Pedagógica de Rondonópolis
Fonte: Assessoria Pedagógica de Rondonópolis

 

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.