O uso de armas de fogo em assassinatos no Estado caiu 19,3% em dez anos, segundo análise do Mapa da Violência 2013, divulgado recentemente. Enquanto em 2000 foram contabilizados 747 óbitos, em 2010, esse número passou para 603. No período pesquisado, o ano com menor registros foi em 2005, quando houve 546 mortos.

Na região Centro-Oeste, apenas Mato Grosso e Mato Grosso do Sul tiveram redução entre os anos. Neste último estado, a variação foi de 26,8% (496 em 2000 para 363 casos em 2010). Já em Goiás e Distrito Federal, o Mapa registrou acréscimo. No primeiro foi de 69,2% e, no segundo, de 10,2%.

Nacionalmente, houve aumento de 11,2%. Em 2010, foram registrados 38.892 óbitos enquanto em 2000 houve 34.985 mortes por armas de fogo.

Leia também:  Vítima é amarrada por trio em tentativa de roubo no Moradas do Parati

Conforme informado, Colniza é o município que apresenta a maior taxa de mortes por arma de fogo em Mato Grosso. A cidade que conta com pouco mais de 26,3 mil habitantes, apresenta média de 59,5 óbitos para cada 100 mil habitantes. Cuiabá possui taxa de 28,7 mortes para cada grupo de 100 mil pessoas.

Foram classificadas mortes por armas de fogo, os casos acidentais, suicídios, homicídios e ainda situações indeterminadas. A pesquisa foi baseada nos dados do Subsistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.