“Estou contando os dias para ver meu filho subir em um palco de novo, mesmo que seja em um holograma”, emociona-se Lucinha Araújo, mãe do saudoso Cazuza (1958-1990). “Um artista que deixou uma obra como a dele não morre nunca”, completa.

O cantor e compositor será homenageado na abertura da próxima edição do festival Rock In Rio, no dia 13 de setembro — na última edição, em 2011, o agraciado com um show especial foi Renato Russo. O espetáculo ‘O Poeta Está Vivo’ terá curadoria do antigo parceiro Frejat e a direção musical do ex-Os Mutantes Liminha. No repertório, clássicos inesquecíveis dos tempos com o Barão Vermelho e da carreira solo, de ‘Bete Balanço’ a ‘O Tempo Não Para’.

Leia também:  Miley Cyrus abandona ousadia e volta às baladas country pop com 'Younger Now';
Foto: João Laet / Agência O Dia
Foto: João Laet / Agência O Dia

“Convidei para participar pessoas que tiveram uma ligação direta com o Cazuza, como a Bebel Gilberto, o Ney Matogrosso ou o Paulo Miklos (do Titãs), que ele adorava, e artistas que vão curtir estar lá cantando as músicas dele, como o Rogério Flausino (Jota Quest) e a Maria Gadú”, detalha Frejat.

Aproveitando a homenagem, o Rock In Rio formou uma parceria com a Sociedade Viva Cazuza com o objetivo de chamar a atenção para o tema da Aids. “O índice de infectados tem aumentado e temos que falar para essa juventude que é preciso se cuidar”, ressalta Roberta Medina, vice-presidente executiva do Rock In Rio. “Vamos fazer ações no site e dentro do festival”.

Carnaval do Rock

Leia também:  Nasce Teodoro, 2º filho de Michel Teló e Thais Fersoza

Além do anúncio do show ‘O Poeta Está Vivo’, foi confirmado também na tarde de ontem as participações de Skank, Jota Quest, o grupo paulista Kiara Rocks e a não roqueira Ivete Sangalo — que se juntam às atrações nacionais já confirmadas Capital Inicial e Sepultura.

“Se somar o tempo de carreira de todas essas bandas, dá mais de 100 anos, e por mais tempo de estrada que a gente acumule, nunca é fácil subir no palco do Rock In Rio e encarar aquela multidão”, descreve Samuel Rosa, vocalista do Skank. “Até porque você não está ali cantando só para o público: o país inteiro assiste aos shows. O Rock In Rio é o Carnaval do segundo semestre!”.

Leia também:  Rock in Rio divulga horários das atrações
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.