A China pode se tornar o maior importador mundial de petróleo antes de 2015, ultrapassando os Estados Unidos, segundo informou a imprensa oficial do país.

Em 2012, a China importou, em média, 5,4 milhões de barris por dia, menos 2,01 milhões do que os Estados Unidos, mas no último mês do ano as importações chinesas excederam os 6 milhões, enquanto as norte-americanas caíram para 5,98 milhões.

“Alguns peritos chineses preveem que a China se torne o maior importador de petróleo em 2015, mas isso poderá acontecer até mais cedo, dada a rápida transformação em curso”, disse Niu Li, economista-chefe de um grupo de reflexão do governo.

O petróleo importado anualmente pela China, sobretudo de Angola, maior fornecedor, seguido pela Arábia Saudita, representou 58% do que o país consumiu em 2012. Este ano, o índice deve subir para 59,4%.

Leia também:  Bar oferece cerveja gratuita para quem devolver pôster furtado de Trump

Nos Estados Unidos, entretanto, as importações de petróleo estão diminuindo de forma acentuada. Ao longo do ano passado, o país passou de 8,1 milhões de barris em janeiro para 5,98 milhões em dezembro.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.