A intensa chuva que atingiu o Rio de Janeiro na noite de terça-feira deixou marcas visíveis em vários pontos da cidade. O Maracanã, que está sendo completamente reformado para a Copa de 2014, também sofreu as consequências, mostrando um imenso alagamento. Em razão dos problemas, a visita técnica do Comitê Organizador Local (COL) foi cancelada.

Atualmente, o Maracanã está na fase de colocação da lona da cobertura e das cadeiras das arquibancadas. De acordo com o último balanço divulgado pelo consórcio responsável pela construção, as reformas já atingiram 87% de conclusão.

Palco também da Copa das Confederações, que será disputada em junho deste ano, o Maracanã tem previsão de estar liberado em maio, o que mereceu críticas de Jérôme Valcke, secretário-geral da Fifa, que considera o prazo extremamente curto em relação à competição, que terá início no mês seguinte.

Leia também:  Cuiabá, Sinop e Sorriso lideram ranking estadual de tênis de MT

– Não existe um estádio mais bonito. Nenhum estádio pode estar 100% no início, precisa de ajustes. Maio é tarde demais. Isso é prejudicial para o Brasil, para a competição e para a Fifa – disse Valcke, durante visita à Arena Pernambuco.

Nesta quarta-feira, a comitiva da Fifa e do COL vai visitar o Mineirão. O secretário-geral da entidade, Jérôme Valcke,  vai encerrar as vistorias no Rio de Janeiro. Além disso, o dirigente dará uma coletiva para divulgar os próximos eventos-teste antes da Copa das Confederações.

Vale lembrar que o Maracanã será palco do amistoso entre Brasil e Inglaterra, no dia 2 de junho. O jogo vai servir para a Seleção como preparação para a Copa das Confederações.

Leia também:  Circuito de Tênis começa nesta quarta em Cuiabá
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.