goleiro bruno

 

Cerca de 14kg mais magro, o goleiro Bruno Fernandes mostrou uma aparência muito mais abatida no julgamento que começou hoje (4), no Fórum Pedro Aleixo, em Contagem, na Grande BH, do que no júri realizado em novembro de 2012. O goleiro, que estava com a bílbia nas mãos, chorou no momento em que a juíza permitiu a entrada da imprensa no tribunal e teve que ser amparado pelos advogados.

O júri começou tumultuado, com pedidos da defesa e da acusação. Depois de uma hora de avaliação, a magistrada Marixa Fabiane Lopes decidiu retirar as fotos pornográficas de Eliza do processo, a pedido da promotoria, mas manteve a certidão de óbito da modelo, contrariamente ao solicitado pela defesa do jogador.

Leia também:  Justiça Federal suspende o uso de simuladores em autoescolas
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.