“Não só atender na secretaria, mas também levar informações e orientar os setores empresarial e rural de Mato Grosso sobre esta importante linha de crédito que é o Fundo Constitucional do Centro Oeste (FCO). Intensificar as ações no interior é uma das principais missões que recebi do governador Silval Barbosa”, declarou o secretário de Estado de Indústria, Comércio, Minas e Energia (Sicme), Alan Zanatta, na abertura da agenda do FCO Itinerante. O evento foi realizado na noite desta sexta-feira (01.03) em Várzea Grande e vai percorrer mais 23 municípios do Estado.

Para o vice-prefeito de Várzea Grande, Wilton Coelho, receber o evento representa o fortalecimento do setor empresarial da cidade. “O auditório está lotado, são quase 300 pessoas que estão em busca de recursos para investir em nosso município. É isso que queremos geração de emprego e renda, só assim, poderemos fazer a cidade industrial como já foi conhecida, ser destaque na economia do Estado, com reflexo na qualidade de vida para a população”, explicou o vice-prefeito.

Leia também:  Assistência Social de Alto Taquari dá pontapé inicial em "Campanha do Cobertor"

Através de palestras explicativas o público pode tirar dúvidas e levantar questionamentos aos técnicos da Sicme, das secretárias de Estado de Desenvolvimento Rural e Agricultura (Sedraf), de Desenvolvimento do Turismo (Sedtur), e também para os demais parceiros, como Banco do Brasil, Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e Ministério da Integração Nacional. Para 2013, o valor total destinado ao FCO em Mato Grosso é de cerca de R$ 1,5 bilhão, sendo R$ 750 milhões para empresarial e os outros 50% para o segmento rural.

A novidade para este ano no FCO Itinerante é a apresentação do novo Fundo do Desenvolvimento do Centro-Oeste (FDCO), voltado aos projetos estruturantes e logísticos. “Nós conseguimos uma grande vitória. Foi aprovado na última quarta-feira (27.02) no senado federal o FDCO que segue agora para sanção da presidente Dilma Rousseff. O valor de investimento é de aproximadamente R$1,4 bilhão já previsto no orçamento da União para 2013”, comemorou o diretor do Ministério da Integração Nacional, Cleber Ávila.

Leia também:  Inscrições para curso gratuito preparatório para o Enem são prorrogadas em MT

Após sanção presencial e se não houver alteração no texto, o FDCO trará benefícios para o Estado. Segundo Cleber Ávila, Mato Grosso vai contar com mais uma fonte de acesso aos incentivos fiscais federais. Atualmente o acesso é feito somente junto a Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam). A partir da sanção do FDCO, Mato Grosso terá mais uma fonte, poderá recorrer aos incentivos fiscais federais também junto a Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco). O Estado terá duas oportunidades para acessar os incentivos, completou Ávila.

O FCO Itinerante teve início em 2008 visitando duas cidades e chega a marca de 24 municípios em 2013. Até o ano passado, foram percorridas 51 cidades com público total de 7.389 pessoas. Desde 2003, foram beneficiadas em Mato Grosso mais de 25 mil empresas, gerando 104.269 empregos, tendo um investimento privado na ordem de aproximadamente R$ 4 bilhões, ou seja, valor que as empresas investiram em Mato Grosso.

Leia também:  Detran aponta aumento no números de multa em 2017
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.