Foto: GAZETADIGITAL
Foto: GAZETADIGITAL

Após assassinar a ex-namorada em Campo Novo do Parecis (396 km Noroeste de Cuiabá), na última segunda-feira (4), Nelci dos Santos, 42, foi preso no município de Guaíra, Estado do Paraná. A vítima foi morta por estrangulamento e ainda sofreu vários chutes na região da face e do peito.

Segundo a Polícia Civil, eles tiveram um relacionamento amoroso de mais de 2 anos, mas romperam em julho do ano passado. Com a separação, o acusado retornou para o Rio Grande do Sul e teria voltado à cidade de Campo Novo do Parecis, no último final de semana, para visitar a filha.

Em depoimento prestado a Polícia Civil de Guaíra (PR), o homem confessou que procurou a ex-namorada, mas ela se recusou a retomar o relacionamento. Ele contou ainda, que após saírem da casa da vítima, no carro dela, estacionou em uma plantação, a 8 quilômetros da cidade, quando iniciaram uma discussão que terminou com a morte da mulher. O corpo da vítima foi encontrado na mesma localidade 2 dias depois do crime. O rosto da vítima estava desconfigurado.

Leia também:  Motorista é mantido em cárcere privado durante roubo e carreta é recuperada

A família procurou a Delegacia e prestou queixa do desaparecimento da mulher e do carro. A mãe teria contado que na segunda-feira viu o suspeito saindo com a filha no carro dela, um Celta prata, e depois disso não deu mais notícias. O delegado Luiz Henrique Damasceno solicitou inserção dos dados do veículo no sistema nacional de registro de roubos e furtos de veículo e pediu auxílio Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), por haver suspeita de sequestro.

O GCCO descobriu localização do suspeito e acionou a Polícia Rodoviária Federal, para interceptar o veículo, parado na última quarta-feira (06), no município de Guaíra (PR), na divisa com o Paraguai. O preso foi recambiado ao Estado de Mato Grosso por policiais da Gerência de Operações Especiais (GOE), sob o comando do delegado Marcos Veloso e Silva. (Polícia Civil)

Leia também:  Menina de 9 anos relata sofrer abuso do padrasto e suspeito é preso em MT
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.