Pelo menos três casos de homicídio que tiveram grande repercussão na cidade em 2011 ainda não foram solucionados. A elucidação dos crimes é de responsabilidade do Departamento de Crime Contra Pessoas (DCCP), que atualmente tem como titular o delegado Vinicius Franciscon Prezoto.

Um dos casos ocorreu na noite de 30 de junho de 2011 e vitimou a empresária Sandra Gatay Dib que foi assassinada a tiros dentro do próprio carro quando a mesma estava parada em um sinal na Avenida Ponce de Arruda no bairro Cascalinho. Na noite do crime ela estava acompanhada de uma empregada.

Outra empresária também foi assassinada 11 dias depois. Trata-se do caso de Cyntia Lijeron Gomez, 32 anos. Ela também foi morta a tiros , quando chegava em casa, na frente das duas filhas que também estavam dentro do carro. A mãe dela ainda foi atingida de raspão.

Leia também:  Secretário de Segurança Pública de MT participa da RISP 4 realizada hoje em Rondonópolis

No dia 8 de setembro foi a vez de Wagner de Oliveira Batista,25 anos, conhecido com ‘Luana’ ser brutalmente assassinado. O corpo dele foi encontrado  no Jardim Morumbi com as mãos amarradas para trás e degolado.

O delegado Vinicius afirmou que todos os casos estão em andamento e evoluindo, porém a prioridade é para os fatos que estão ocorrendo desde que o mesmo chegou na cidade. Ele afirmou ainda que esta semana ele estava trabalhando no caso  de Wagner de Oliveira, mas ainda não há novidades no caso.

Vinicius trabalha sozinho no departamento de homicídios e desde que tomou posse, segundo ele, foram concluídos mais inquéritos do que instaurados.

Leia também:  Itiquira | 'Boca de fumo' comandada por adolescentes é fechada pela Polícia
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.