Pescadores queriam a presença do deputado Zeca Vianna - Fotos: Varlei Corodova / AGORA MT
Pescadores queriam a presença do deputado Zeca Vianna – Fotos: Varlei Corodova / AGORA MT

Com faixas e barcos na porta da Escola Estadual Sagrado Coração de Jesus os pescadores profissionais de Rondonópolis e a diretoria da Colônia de Pescadores Z3, aproveitaram a presença dos senadores do Partido Democrático Brasileiro (PDT), Pedro Taques e Cristovam Buarque, para fazer um grande manifesto contra de lei da pesca de autoria o deputado estadual Zeca Vianna (PDT), que proibiu entre as coisas a pesca com anzol de galho, hoje, o principal artefato de trabalho dos pescadores profissionais do município.

De acordo com o presidente da colônia Z3, Heleno Saldanha Dantas, a manifestação aconteceu por conta das dificuldades que os pescadores já começaram a enfrentar após aprovação do projeto do deputado. “Como estava prevista a vinda do deputado Zeca Viana juntamente com os senadores, resolvemos aproveitar para fazer a manifestação contra o projeto do deputado, já que hoje a nossa maior preocupação é com a proibição da pesca com anzol de galho,  depois de nós ficarmos 4 meses parados por conta da lei da piracema, já não temos mais estoque, e depois da proibição, o que vamos fazer já que o nosso principal fonte de renda esta proibida”.

Leia também:  Próximas 72h são decisivas para o transporte coletivo de Rondonópolis

Solidário ao manifesto o senador Pedro Taques (PDT), se comprometeu junto aos pescadores, manter uma conversa com o colega de partido, “Eu vou sentar e conversar com o deputado Zeca Vianna, para a gente ver o que pode ser mudado na lei e assim ajudar os pescadores”, declarou.

O vereador Milton Mutum (PSD), acompanhou a manifestação dos pescadores e também mostrou preocupação com o futuro da categoria. “A maior preocupação dos pescadores hoje é por conta que há alguns meses o Banco do Brasil liberou dinheiro para eles comprarem barcos, fazer investimentos e aquisição de apetrechos de pesca e conservação do pescado e agora com a proibição da pesca com anzol de galho, principal instrumento de trabalho dos pescadores profissionais eles estão ficando preocupados, acredito que os pescadores vão passar por tempos difíceis”.

Leia também:  Entidades se reúnem para discutir o comércio ilegal

O Projeto substitutivo integral aprovado, na Assembleia Legislativa, com as novas regras para pesca estadual, já foi para sanção do governador Silval Barbosa (PMDB).

Protesto dos pescadores da Colonia Z3  03

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.