Recente levantamento sobre a situação da gestão dos municípios brasileiros aponta que Mato Grosso está com 73,8% de suas cidades inadimplentes e por isso não podem firmar convênio com o Governo Federal.

Entre as cidades do Estado que estão em situação irregular e que precisam comprovação junto aos órgãos concedente estão: Cuiabá, com duas irregularidades; Chapada dos Guimarães, com cinco irregularidades; Rondonópolis, que precisa atualizar os documentos da Regularidade Previdenciária; Várzea Grande, com oito; Cáceres, com cinco irregularidades; e outras importantes cidades que estão no sistema da Secretaria do Tesouro Nacional (STN).

Na pesquisa verifica-se que os municípios que estão impedidos de celebrar convênios com a União não comprovaram itens como Regularidade quanto aos Tributos e Contribuições Federais e à Divida Ativa da União, Regularidade Previdenciária, Publicação do Relatório de Gestão Fiscal (RGF).

Leia também:  Onça-parda é resgatada ferida em pasto de assentamento em MT
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.