Uma operação conjunta da Polícia Civil de Rondonópolis e Alto Garças resultou na prisão de Erineu Menezes de Santana, 39 anos, que estava foragido da Justiça há 13 anos. A prisão ocorreu, ontem à tarde, em Alto Garças.

O acusado estava com mandado de prisão expedido pela comarca de Barreiras, do estado da Bahia, por homicídio cometido no ano 2000. Ele também é acusado de ser o autor de um duplo homicídio, ocorrido em novembro de 2011, em Rondonópolis.

As investigações iniciaram pela Divisão de Crimes contra Pessoa (DCCP) do Centro Integrado de Segurança e Cidadania (CISC), de Rondonópolis, pelo delegado Vinicius Franciscon Prezoto, por conta do duplo homicídio, ocorrido em 2011, o acusado executou o casal Adriano Figueira de Santana e Cícera Aparecida da Silva, pois estes teriam furtado a motosserra de E.M.S.

Leia também:  Travesti assassinada é encontrada pela PM em Rondonópolis

Na delegacia, o acusado confessou os crimes e disse que mudou para Alto Garças depois de matar o casal em Rondonópolis. Ele foi encaminhado à cadeia de Alto Graças e será representado junto ao Judiciário pela prisão do duplo homicídio cometido em Rondonópolis.

ENTENDA O CASO

O casal foi assassinado em um bar no bairro Rui Barbosa, em Rondonópolis, em novembro de 2011. Adriano Figueira Santana, 32 anos, e Cícera Aparecida da Silva, ambos levaram dois tiros a queima roupa na região da cabeça.

De acordo com as informações da PM, o acusado chegou atirando no casal. A polícia trabalha com a hipótese de que o homicídio tenha sido motivado por acerto de contas por causa de drogas. Os dois morreram no local.

Leia também:  Quatro trabalhadores são resgatados de situação análoga à escravidão em MT

 

 

 

 

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.