Foto: arquivo/AGORAMT
Foto: arquivo/AGORAMT

O novo técnico do Mato Grosso, Eduardo Henrique, tem problemas para escalar a força máxima do time para o compromisso frente ao União de Rondonópólis nesta na quinta-feira à noite, no Dutrinha, pela segunda rodada do returno do Mato-grossense. Ele corre sério risco de ir a campo sem a defesa considerada titular. A dupla formada por Marcelo Caixa D`Água e Jonathan Macaco tendem a desfalcar o vice-líder do Estadual com 17 pontos somados na tabela de classificação.

Caixa D`Água está entregue ao departamento médico devido a uma lesão muscular sentida após o empate em 2 a 2 com o REC. Já Macaco está com problema particular e dificilmente deve reunir condição de atuar na quinta-feira.

Com a saída de Sérgio Rafael e o desligamento de Felipe Carioca, diminuiu para dois o número de opções do Mato Grosso para o setor defensivo. Pio e Nenê são os mais cotados para entrarem no time titular no jogo contra o Colorado de Rondonópolis. Outra opção estudada por Eduardo Henrique é improvisar um dos volantes titulares para não desfigurar totalmente a equipe que vem jogando desde início do campeonato.

Leia também:  Academia é destaque em competição em Minas Gerais

A boa notícia é a liberação do meia Robinho, um dos destaques do time no Campeonato Mato-grossense. O experiente jogador já está liberado para jogar quinta-feira após cumprir suspensão automática diante do REC no último final de semana.

Com a volta de Robinho, o meia Valderrama volta a desempenhar a função de segundo atacante, já que Odil atuou o último jogo ao lado de Lulu. Em ótima fase, Valderrama fez os dois gols na igualdade do último jogo e chegou a marca de cinco gols, igualando a marca de seu companheiro de ataque Lulu, que também já balançou a rede cinco vezes no Estadual.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.