Um homem acusado de assaltar a um taxista foi reconhecido, no sábado (13.04), como autor de mais um crime em Tangará da Serra (239 km a Médio-Norte). O acusado Flávio Correia da Silva, 20, conhecido como “Flavinho”, foi apontado pela vítima como autor de um crime de estupro. Ele está preso deste do dia 8 de abril.
No mesmo dia estuprou uma mulher de 48 anos. A vítima foi abordada pelo suspeito no momento em que se deslocava para o seu trabalho,  na Avenida das Amoreiras, no bairro jardim dos Ipês, em Tangará da Serra.
Em posse de uma arma de fogo, o acusado obrigou a vítima a entrar em um matagal, para que ele pudesse consumar o crime. O acusado fugiu levando a bicicleta e o celular da vítima. Segundo investigações, o agressor teria tentado violentar outra mulher, na Avenida das Castanheiras, mas foi impedido por uma testemunha que passava pelo local.
O assalto ao taxista ocorreu no dia 5 de abril, quando o acusado juntamente com dois comparsas restringiu a liberdade da vítima para realizar o assalto. O criminoso foi  reconhecido pela vítima do roubo. No final da semana, a vítima do estupro fez a identificação do acusado como autor do crime.
O acusado foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória de Tangará da Serra.
Advertisements
Leia também:  Mula se assusta e derruba jovem armado em cima de viatura durante cavalgada

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.