O Programa Nacional de Habitação Rural, que concede subsídios a agricultores familiares para construção de unidades habitacionais, foi apresentado a representantes de vários municípios, durante seminário na Associação Mato-grossense dos Municípios. O evento foi realizado em parceria pela AMM e a Caixa Econômica Federal, nesta segunda-feira (15), no auditório da associação.

O superintendente da AMM, Darci Lovato, destacou a importância do programa para fortalecer o desenvolvimento rural e garantir a dignidade dos moradores das localidades mais afastadas da área urbana. “O programa é importante para os agricultores familiares e trabalhadores rurais, que também contribuem de forma significativa para o desenvolvimento econômico dos municípios”, assinalou.

Uma das concessões de subsídios do PNHR é destinada a agricultores que tenham renda anual bruta de até R$ 15 mil. O valor do subsídio é de R$ 28.500, 00 para construção de unidades habitacionais e R$ 17.200,00 para reforma, conclusão e ampliação.

Leia também:  Justiça restringe tráfego de caminhões na estrada Cuiabá/Chapada

O coordenador de Assistência Técnica da Gerência de Desenvolvimento Urbano, Marcos Cardoso Alves, disse que o beneficiário paga o equivalente a 4% do investimento, que pode ser dividido em quatro parcelas anuais. No caso de construção, a porcentagem equivale a R$ 1.140,00. Se o beneficiário optar pela reforma, o valor será de R$ 688,00.

Os parceiros na execução do programa são os ministérios da Cidade e da Fazenda, Caixa Econômica e entidade organizadora, que pode ser o poder público.

O gerente regional da Caixa Econômica, Elias Landivar, disse que existe um déficit de mais de três mil unidades habitacionais no setor rural no estado, de acordo com o censo de 2008.

O prefeito de Nossa Senhora do Livramento, Carlos Roberto da Costa, destacou que o programa vai contribuir para melhorar a realidade de muitos municípios. Em Livramento, localizado a cerca de 40 quilômetros de Cuiabá, 63% da população residem na área rural.

Leia também:  Municípios têm até dia 31 para providenciar documentação exigida pela Receita Federal

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.