O prefeito Percival Muniz (PPS) levantou uma questão que não é novidade, já acontece desde a sua antiga gestão. Há muito tempo que não se sabe a quem pertence realmente à Santa Casa de Misericórdia de Rondonópolis, o que se sabe mesmo é que o hospital recebe recursos federais e municipais para os atendimentos pelo SUS.

O que não fica claro para a própria população é se a Santa Casa é uma instituição sem fins lucrativos. Percival afirmou durante o lançamento de um programa para gestante (leia aqui) de que estaria preocupado em investir na Santa Casa e depois lá na frente ter problemas.

Na sessão da Câmara desta quarta-feira (10) o vereador Adonias Fernandes (PMDB) pediu para que fosse criada uma comissão de vereadores para reaver esse estatuto da Santa Casa. Na tribuna, o vereador falou que é preciso definir se a Santa Casa é uma instituição, uma associação e a quem pertence esse hospital, já que entra recurso público no local.

Leia também:  'Socialite' depõe na justiça dos Estados Unidos

“É preciso dar legalidade a tudo isso, para que lá na frente ninguém saia perdendo”, diz Adonias.

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.