Rapaz preso apos a tentativa de homicidio   01
Erick disse que atirou para vingar a morte do irmão – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

Um rapaz identificado como Erick e que já foi preso pela Polícia Militar promoveu um verdadeiro banho de sangue no final de tarde desta quarta-feira (24), na praça do bairro Padre Rodolfo.

Segundo testemunhas, o homem passou de moto pela rua e começou a atirar contra um grupo de três pessoas, sendo: Dois homens e uma mulher, que foram levados para o Hospital Regional de Rondonópolis. Um dos homens foi o que ficou mais gravemente ferido e corre risco de morte, já que um dos ferimentos acertou sua cabeça

Após a fuga a Força Tática da PM foi acionada e começou a busca pelas ruas do bairro atrás do atirador. No mesmo momento em que realizava as buscas no bairro, um homem, que se encontrava próximo a uma padaria do bairro Jardim das Flores ligou de um orelhão no telefone de emergência da PM (190), para denunciar que sua moto havia sido roubada.

Leia também:  Esfaqueado nas costas, menor corre para pedir ajuda

Em ato continuo os policiais da Força Tática se deslocaram para o local e encontraram o jovem que havia denunciado o roubo da moto, muito nervoso e suado, a atitude da suposta vitima de roubo deixou transparecer que algo a mais estaria por trás do roubo da moto, foi quando populares alertaram aos policiais que o jovem havia chegado ao estabelecimento de calça, mas em seguida a tirou ficando apenas de bermuda.

A atitude do jovem reforçou a desconfiança dos policiais que ao questionarem o que realmente havia acontecido, acabaram ouvindo a confissão do rapaz que não havia nenhum roubo e que ele seria o autor dos disparos contra as três pessoas na praça do bairro Padre Rodolfo e que estaria passando um trote para desviar o foco.

Leia também:  Motociclista fica ferido após bater em ambulância do SAMU

O acusado falou que efetuou os diparos porque um dos atingidos, identificado como Denis, seria responsável pela morte de seu irmão.

A ARMA

Os policiais da Força Tática estiveram com o atirador confesso em um matagal no bairro Jardim das Flores a procura da arma do crime, que foi jogada fora pelo jovem durante a fuga. Após as buscas pelo local, a arma não foi localizada.

Em conversa novamente com a polícia, o jovem disse ter entregue o revólver para a sua mãe e que o objeto estaria em sua casa. A Polícia encontrou a arma em uma casa abandonada.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.