Em editorial publicado hoje (10) no jornal do Partido dos Trabalhadores da Coreia do Norte, Rodong Sinmun, o governo norte-coreano ameaça transformar o Japão em um “campo de batalha”, indicando a realização de ataques às principais cidades – Tóquio, Osaka e Quioto -, se houver eventuais ações por parte das autoridades japonesas.

No texto, o governo norte-coreano menciona a expressão “destruição” do Japão, caso as autoridades japonesas atuem “politicamente” contra a Coreia do Norte. “O Japão está perto do nosso território, portanto não poderá fugir aos nossos ataques”, diz o editorial, que cita cinco cidades, nas quais vivem 127 milhões de japoneses. “Todo o território do arquipélago japonês se transformará em um campo de batalha”.

Leia também:  Grande inundação que atingiu os EUA deixa milhares de pessoas desabrigadas

De acordo com o editorial, o poder bélico da Coreia do Norte é incalculável. “O Exército da Coreia do Norte é absolutamente capaz de fazer ‘ir pelos ares’ as bases militares, não apenas no Japão, mas também em outras áreas da região da Ásia e do Pacífico”.

O texto acrescenta que o atual regime japonês tem optado pelo risco militar, intensificando a política hostil contra a Coreia do Norte em linha com a política dura dos Estados Unidos de reprimir a força das armas. “Os movimentos hostis por parte do Japão contra a Coreia do Norte só poderão resultar na sua autodestruição”.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.