Após a atuação abaixo do esperado no Campeonato Brasileiro da Região IV, realizado em Anápolis (GO), a Federação Mato-grossense de Judô (FMTJ) fez um balanço sobre o rendimento. A delegação, composta por 112 atletas, trouxe apenas 40 medalhas, contra 86 de Mato Grosso do Sul, campeão geral.

Foram cinco ouros, oito pratas e 27 bronzes, que deixaram o estado em quinto lugar, de um total de seis federações participantes.
De acordo com o presidente da FMJT, Fernando Moimaz, a principal dificuldade é quanto a falta de incentivo do poder público. Os atletas tiveram que tirar dinheiro do bolso para viajar até Goiás. A falta de estrutura comparada com outros estados também contribuem para o desempenho ruim.

Leia também:  Rotatória da MT-251 que liga Cuiabá à Chapada dos Guimarães será interditada

– Chega a ser humilhante ir na secretaria e voltar sempre com as mãos abanando. É uma pena, pois temos bons talentos que não estão sendo aproveitados. A gente treina forte, se esforça, mas chega em um ponto que não avança mais, pois os atletas não participam dos campeonatos importantes – disse.

A opinião foi compartilhada pelo professor José Prezzoto, dono de uma academia na capital mato-grossense.
– Os professores, pais e amigos é quem bancam as viagens.Isso complica. Além disso, estamos longe dos grandes centros, o que inviabiliza ainda mais as viagens – afirmou Prezzoto.

De acordo com a FMJT, o problema é que o Estado de Mato Grosso não vive um bom momento financeiro e tem focado suas atenções na Copa do Mundo.

Leia também:  Maior presídio de MT registra cerca de 60 presos com tuberculose isolados para tratamento

– Não quero entrar nesse mérito, mas os outros esportes estão deixados de lado. Não é nem culpa do secretário, mas sim de falta de verba mesmo – desabafou.

O Secretário de Estado de Esportes e Lazer, Ananias Filho, não foi encontrado, mas a reportagem do GLOBOESPORTE.COM apurou que a pasta está sem dinheiro, tanto que não há verba para sediar nenhum evento importante neste ano, no ginásio Aecim Tocantins, em Cuiabá, considerado um dos mais estruturados do país.

Campeonato Brasileiro
Quase 650 atletas, um recorde entre os regionais disputados em 2013, participaram no último final de semana, do Campeonato Brasileiro da Região IV, realizado no ginásio Newton de Farias, em Anápolis, segunda maior cidade do estado de Goiás. Os judocas de Goiás, Mato Grosso, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Tocantins disputaram medalhas nas classes sub 13, sub 18 e sub 21 no sábado e nas classes sub 15 e sênior no domingo. Os estados campeões em cada categoria garantiram a vaga para a disputa do Brasileiro na fase nacional.

Leia também:  Após denúncia da mãe, padrasto é preso suspeito de estuprar enteadas
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.