SONY DSC
Jogadores da equipe de Rondonópolis- Foto: Ilcimar Aranhas/AGORAMT

O futebol Americano surgiu em Rondonópolis no ano de 2009, com a ideia do atleta, Sérgio Luiz de Almeida, de acordo com ele  assistindo jogos  do Cuiabá Arsenal  na capital do estado Cuiabá, viu que a cidade tinha o potencial para ter uma equipe e resolveu trazer esta modalidade.

A equipe está tendo dificuldades de adquirir atletas por motivo do futebol americano ainda não ser um esporte tão divulgado em nosso estado e município, mas aos poucos aparecem pessoas interessadas para praticar o esporte.

A equipe Rondonópolitana participará de uma etapa do campeonato Brasileiro na categoria flag, outra modalidade do futebol americano, no dia 25 de maio em Cuiabá.

Leia também:  Duas crianças de 8 e 10 anos se perdem em floresta e são resgatadas após 16h

Locais de treinamentos

Quando iniciou as atividades na cidade a equipe treinava no campo de futebol da Coophalis, mas com a reforma do campo, foram obrigado a treinar no campo do bairro jardim Atlântico. Em tentativa de retornar os treinos no campo do bairro Coophalis, foram impedidos pelo administrador.

Segundo Sérgio, um oficio já foi entregue a Secretaria de Esporte do município requisitando o antigo local de treinamento, mas até o momento não obteve resposta.

Para as pessoas que querem praticar o futebol americano basta ligar e entrar em contato pelo telefone:  66-9621-2052 ou 9671-3181.

Os treinos acontecem no campo de futebol do jardim Atlântico das 16h00 ás 18h00 todos os domingos.

Leia também:  Cuiabá | Agência do Banco do Brasil se nega abrir conta para deficiente visual e terá que indenizá-lo com R$ 20 mil

Ouvindo o Secretário de esporte

De acordo com o Secretário de esporte de Rondonópolis, Sidnei Fernandes, ele é solidário aos praticantes do futebol americano na cidade, parabeniza os adeptos do esporte e que sabe da necessidade de um local para os treinamentos da equipe.

Nesta semana vai se reunir com o presidente da associação do bairro Coophalis para resolver a situação dos atletas para voltar a treinar no campo do bairro e bem como outros assuntos.

O secretário relata ainda que a praça esportiva do bairro Coophalis é um local público e que todo cidadão que necessitar daquele espaço tem o direito de usar e zelar pelo patrimônio.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.