Curso de capacitação dos profissionais para Copa do Mundo. Foto: Josi Pettengill/Secom-MT
Curso de capacitação dos profissionais para Copa do Mundo. Foto: Josi Pettengill/Secom-MT

Mato Grosso é o primeiro estado, dentre os 12 que terão cidades sedes da Copa do Mundo de 2014, a promover o programa de capacitação dos profissionais do setor de segurança pública, voltado especificamente para o evento mundial.

Segundo o secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, além de capacitar os profissionais, o programa tem como objetivo integrar todas as áreas que envolvem o sistema de segurança. “Esse trabalho vem somar ao planejamento estratégico do Governo do Estado para melhorar ainda mais o atendimento à população”, disse.

Serão mais de 2,5 mil servidores dos governos estadual, federal e municipais, capacitados em 22 cursos, distribuídos nas seguintes áreas: Operações de Emergência e Resgate; Combate a Exploração Sexual, Tráfico de Pessoas e Riscos Associados ao Turismo; Gerenciamento de Crise e Relacionamento com a Mídia; Bombas e Explosivos, Sistema de Comando de Incidentes; Policiamento Turístico; Uso Diferenciado da Força e Tecnologias de Menor Potencial Ofensivo; Integração da Segurança Pública e Segurança Privada; Escolta, Batedores e Segurança de Dignitários e Inteligência de Segurança Pública.

Leia também:  Aumentam boletins de ocorrência motivados por homofobia em Mato Grosso

As capacitações serão realizadas de maneira teórica e prática, com o propósito de seguir e cumprir os protocolos exigidos pela Federação Internacional de Futebol e Associados (Fifa). Os trabalhos serão desenvolvidos por meio de um convênio entre o Governo do Estado e o Ministério da Justiça,  através da Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos (Sesge).

Para o diretor de Projetos Especiais da Sesge, Mauro Mendonça Magliano, “esse programa demonstra o empenho do Estado para a preparação de seus profissionais, que deverão prestar um atendimento adequado àqueles que participarão da ‘festa’, que tenho certeza que será segura e pacífica”.

O diretor também destacou a atuação do Governo do Estado, que há mais de um ano tem promovido ações de intercâmbio de conhecimentos técnicos voltados para a qualificação e realização do evento mundial.

Leia também:  Com mais de 22 mil inscritos, OAB-MT comemora 84 anos

De acordo com o vice-governador do Estado, Chico Daltro, um evento dessa magnitude mobiliza o Governo para aproveitar o impulsionamento do turismo, economia e cultura, com a chegada de investidores e prospecção de negócios em todo Mato Grosso”. Por isso, afirmou, “a importância de promover a capacitação dos nossos servidores”. Além disso, pontuou Daltro, “o programa será um legado muito maior do que àquele que vem sendo realizado nas áreas de infraestrutura e mobilidade urbana”.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.