Fiscais da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) iniciaram há 15 dias uma intensa fiscalização nas madeireiras da Região Norte do Estado. O foco da ação são os resíduos sólidos produzidos pelas madeiras.

Segundo o superintendente de Fiscalização do órgão, coronel Osmar Lino Farias, a operação foi planejada para fiscalizar 46 madeireiras da região. “Desse total, 31 já foram fiscalizadas e dessas, 27 foram autuadas”. Duas madeireiras estão desativadas e duas não continham resíduos.

Outras equipes de fiscalização da Sema também estão na região onde foram localizados 167 pontos de desmatamentos.

A operação em campo iniciada no último dia 09 deve durar aproximadamente dez dias, e visa o combate ao desmatamento ilegal na região. Além de fiscais da Sema participam da ação policiais militares do Batalhão Ambiental.

Leia também:  Sinfra avança com obra da trincheira e iniciará desvios dia 6 de junho

A ação é realizada em um polígono de aproximadamente nove milhões de hectares compreendendo os municípios de Tabaporã, Marcelândia, Cláudia, União do Sul, Sinop, Santa Carmem, Itanhangá, Ipiranga do Norte, Vera, Feliz Natal, Sorriso, Tabapurah, Lucas do Rio Verde, Nova Ubiratan, São José do Rio Claro, Santa Rita do Trivelato e Paranatinga.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.