O Brasil terá futebol em todos os estádios mesmo após a Copa do Mundo de 2014. Pelo menos é o que garantiu o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, durante participação no programa “Roda Viva”, da Cultura, na noite desta segunda-feira. Trajado com um agasalho do Comitê Paraolímpico Brasileiro, da marca Nike, o político do Partido Comunista do Brasil definiu como preconceituosa a visão de quem acredita que o Brasil terá “elefantes brancos” nas regiões norte, nordeste e centro-oeste depois do mundial.

“É o típico olhar distante e preconceituoso. Olha lá para o norte. Os bandeirantes chegaram a Cuiabá e fundaram a cidade. Difícil foi fundar Cuiabá e Manaus. Difícil foi carregar as pedras para fazer um forte na beira do Rio Negro. Quantos jogos acontecem por ano em Wembley? Se mantém com casamento, eventos, com bares”, analisou o ministro, que presidiu a CPI da CBF/Nike, entre 2000 e 2001.

Leia também:  Em competição em Cuiabá, estudantes de Rondonópolis se classificam para Jogos Brasileiros

De acordo com o ministro, receber jogos de futebol não será a única utilidade dos estádios e acredita que os grandes eventos devem justificar a construção das novas arenas.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.