Antes do jogo ele disse: ‘O Vitória sempre foi meu freguês’. E o treinador Cláudio Adão segue com sua soberania sobre o time baiano. O Mixto venceu o adversário por 2 a 1, de virada, e levou uma boa vantagem para o jogo da volta, marcado para terça-feira, em Salvador (BA).
Quando era jogador do Bahia, o ex-atacante marcou 27 gols no Campeonato Baiano de 1986 e afirmou que nunca perdeu para o Rubro-Negro baiano. Após o jogo, não escondeu sua felicidade em mais um triunfo sobre o time que ele não perde.
Estou muito feliz. Todo nosso time está de parabéns. Eles se doaram o tempo inteiro e foram merecedores da vitória – disse Adão.
Ele espera manter sua sorte sobre o Vitória e voltar para Mato Grosso com a vaga garantida na segunda fase da Copa do Brasil.

Leia também:  Cuiabá Arsenal embarca em busca de vaga na final do brasileiro

Fui muito feliz no Bahia e espero que nosso time possa manter a mesma pegada. Sabemos que o Vitória tem um grande plantel, mas eles viram que o Mixto tem qualidade. Será um belo jogo. Que a sorte continue do meu lado – completou.
O treinador aproveitou também para agradecer a torcida que compareceu no estádio Presidente Eurico Gaspar Dutra.
– Eles fizeram a diferença. Nos apoiaram do começo ao fim e ficamos grato pela confiança. Podem esperar um Mixto melhor a cada jogo – finalizou.

Antes de enfrentar o Vitória, pela Copa do Brasil, o Mixto terá o Luverdense pela frente, na semifinal do Campeonato Mato-grossense. A data do jogo será divulgada nesta quinta-feira.

Leia também:  Com vitória de Grêmio, Renato Gaúcho se torna o 1° brasileiro a vencer as Libertadores como jogador e técnico
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.