Divulgação
Divulgação

Não há dúvidas: Giovanna Antonelli roubou a cena em Salve Jorge e com sua “dona Helô” é uma das personagens de maior visibilidade da novela de Glória Perez.

Porém, apesar de ciente de sua boa performance em cena, a atriz contou em entrevista ao jornal O Globo que se cobra de mais e nunca está 100% satisfeita.

“Estou feliz como um todo, sei que tenho muitos degraus para galgar, mas Helô me abriu novas possibilidades. Sempre acho que meu desempenho poderia ser melhor. Sofro muito, acho que perdi a cena. É uma mente que não para de pensar (risos)”, revela.

A artista disse ainda que, aos 37 anos, prefere programas mais tranquilos, como curtir o sítio da família com o marido, Leonardo Nogueira, e os filhos, Pietro, Antonia e Sofia, a passar horas dançando na balada. “Passou a época das farras”, pontua Giovanna, que, embora reconheça sua ótima forma, também declarou que evita pensar na chegada dos 40: “Não estou feliz com isso”.

Leia também:  O Rico e Lázaro | Yasha e Irom se despedem de Joaquim e deixam a Babilônia

Com temperamento extremo e jeito controlador, segundo ela, Giovanna reconhece ter melhorado com o tempo e anos de terapia, que ela indica a qualquer pessoa.

“Eu me cobro demais. Sou metódica. Preciso ser a melhor mãe, a melhor mulher, a melhor atriz. Para mim, tudo tem limite, regra, horário. A análise me ajudou. Se eu pudesse teria começado ainda criança para evitar os traumas de agora. Meu filho faz, e quero que as gêmeas façam”, avisa.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.