Neste final de semana, a cidade de Nova Xavantina, sediou a segunda etapa do Ranking Brasileiro de Cross Country Maratona. O percurso teve 65 km em estrada vicinal, sem asfalto. Com uma competição de alto nível, e muitas disputas em todas as categorias. A etapa teve atletas de Mato Grosso, Distrito Federal, Goiás, Rio de Janeiro, São Paulo e Ceará. 81 ciclistas tomaram parte da competição.

Na categoria Elite, a disputa foi monopolizada entre os atletas Gesiel Nunes (Goiás) e Willian Pecego (Mato Grosso).  Na final, o melhor foi Nunes, com o tempo de 2”07 – Em segundo lugar ficou Willian Pecego (Barra do Garças). Na 3ª posição chegou Gilberto de Sousa Silva (Maracanau-CE), em 4º Bruno Aguiar (Barra do Garças) e em 5º Diego Almeida (Fortaleza-CE).

Na categoria Sub-30, o grande campeão foi Roberto Missioneiro (Cuiabá), já na categoria Máster 30-34, o grande campeão foi Cássio Rocha (Iporá-GO). Na categoria Máster 35-39, o vencedor foi Wanderli Vilela (Barra do Garças), pela categoria Máster 40-44, o campeão foi  Cleide Ferreira (Iporá-GO). Na categoria Máster 45-49, o melhor foi Valdo Pereira (Primavera do Leste). Na categoria Máster 50-54, o vitorioso foi Alexander Teixeira (Rio de Janeiro-RJ) e na categoria Elite Feminina, a vencedora foi Weila de Oliveira (Canarana). Para Manoel Lima, dirigente da FMTC, a etapa correspondeu a todas as expectativa.

A nossa meta é sempre colocar Mato Grosso em evidencia, em nível nacional. Divulgamos e difundimos a cidade de Nova Xavantina para todo o país. Estamos focados em incluir mais atletas junto ao programa Bolsa Atleta do Governo de Mato Grosso, cita Lima. Esta prova foi uma previa, do que vai ser o certame máximo, que é o brasileiro da modalidade. A cidade de Barra do Garças sedia no dia 1 de setembro, o Campeonato Brasileiro de Maratona. A competição que deve reunir mais de 500 atletas. Além dessa etapa, Mato Grosso sedia mais três outras etapas, então, temos chances reais de ficarmos entre os melhores nesta modalidade em várias categorias. A nossa visão, sempre é contribui com os atletas locais. A região do Araguaia sempre tem sido beneficiada pela FMTC.

É muito bom para a modalidade, este intercambio dentro do Estado e também com outras partes do país, avalia Lima. A presença de atletas de outros Estados, só vem reforça nossa confiança e certeza de trilhamos o rumo certo das três modalidades que organizamos em Mato Grosso. As modalidades estão consolidadas no Estado. Mesmo com muitas dificuldades, conseguimos anos, após anos conquistar vários títulos. O grande forte de Mato Grosso esta nas categorias de base. Em 2012, foram 11 Campeões. Neste novo ano, a nossa meta é fazer esta superação. A renovação dos atletas é constante. O nível técnico também é alto. Hoje, Mato Grosso é referencia nacional também nesta disciplina, finaliza Lima. A etapa de Nova Xavantina, teve apoio do comércio local, Prefeitura Municipal de Nova Xavantina, Super Celeiro, Secreta Bike, Realização da FMTC, com supervisão e homologação da Confederação Brasileira de Ciclismo. Informações pelo fone (65) 9284 8833.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.