carro thor batista
Carro de Thor Batista no dia do acidente – Foto: Nicson Olivier/Folhapress

O novo laudo da perícia do atropelamento de um ciclista pelo carro conduzido pelo filho do empresário Eike Batista, Thor Batista, divulgado nesta terça-feira pelo Departamento Geral de Polícia Técnico e Científica (DGPTC) da Polícia Civil do Rio de Janeiro, aponta que o veículo estava em uma velocidade entre 100 km/h e 115 km/h no momento do acidente. A velocidade permitida no trecho da rodovia Washington Luís em que ocorreu o acidente é de 110 km/h.

Laudo anterior, que apontava que Thor estava a 135 km/h na hora do atropelamento, foi retirado do processo no dia 21 de fevereiro deste ano, mesmo dia em que o filho do empresário recuperou o direito de dirigir, após a Justiça revogar a medida cautelar que suspendia a carteira de habilitação dele.

Leia também:  Camarote desaba em show de Ivete Sangalo e fere 60 pessoas

Os advogados de Thor pediram a exclusão do laudo e alegaram que o documento foi apresentado sem o conhecimento prévio deles, na audiência do dia 13 de dezembro do ano passado. Os peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli haviam constatado que Thor dirigia a mais de 110 km/h, que é a velocidade máxima permitida naquele trecho da rodovia Washington Luís.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.