César Borges assumiu nesta quarta-feira (03), em cerimônia Palácio do Planalto, o comando do Ministério dos Transportes. Na primeira declaração como ministro, Borges afirmou que a pasta vai se dedicar a analisar projetos para investimentos em Mato Grosso e classificou o Estado como uma prioridade.

“Mato Grosso é prioridade por conta do escoamento da safra de grãos que segue para os portos do sul ou via Bacia Amazônica. Vamos nos debruçar sobre o Estado devido sua importância”, explicou o ministro.

Filiado ao Partido da República César Borges foi deputado estadual, senador e governador da Bahia. O novo ministro assumiu a pasta até então ocupada por Paulo Sérgio Passos, indicado pela presidente Dilma Rousseff para dirigir a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Leia também:  Denúncias à ouvidoria da Ager podem ser feitas via WhatsApp

Na avaliação de representantes da bancada federal o novo ministro tem experiência e capacidade para desenvolver os projetos idealizados pelo governo federal. “Ele também é engenheiro e tem uma longa experiência como gestor de obras. O Brasil ganha com Borges nos Transportes e Paulo Sérgio na direção da Antt”, afirmou Wellington Fagundes, presidente do PR em Mato Grosso.

De acordo com a presidente Dilma Rousseff, o ex-governador da Bahia assume o cargo com a missão de incentivar e desenvolver projetos de integração entre modais de transportes. “Um país dessa dimensão, que não sabe como é que se conecta rodovias com portos, ferrovias com portos, a estrutura de aeroportos no tecido da malha logística, é um país míope”, explicou a presidenta durante a cerimônia de posse.

Leia também:  Captação de leite registra queda de 10,3% em MT
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.