O aposentado Aquiles de Abreu Rodrigues, de 56 anos, negou nesta sexta-feira o envolvimento da filha Dayana Rodrigues, de 23 anos, com o meia Bernardo, do Vasco. Segundo informações da polícia, os dois foram torturados por traficantes do Complexo da Maré na madrugada da última segunda-feira e Dayana levou cinco tiros, sendo dois de raspão. O pai da jovem mostrou-se indignado e atacou o jogador cruzmaltino.

“Foi tudo fofoca e mentira. Ele é um jogador covarde e safado. A minha filha não teve nada com esse cara, isso eu posso afirmar. Esse safado desse jogador confirmou a mentira que criaram e minha filha sofreu por causa disso. Uma injustiça, covardia. Estou desde domingo sem me alimentar, sem dormir… Morremos juntos quando acontece uma tragédia com o filho”, afirmou o aposentado à Rádio Tupi.

Leia também:  Luverdense perde do Inter com gol polêmico no final

De acordo com a Polícia, o meia do Vasco foi amarrado, torturado e atingido por socos e pontapés. Ele teria se relacionado com Dayana Rodrigues, mulher de um dos líderes do tráfico na comunidade. O traficante seria Marcelo Santos das Dores, conhecido como Menor P.

O meia vascaíno conversou com amigos e descartou ter passado por um período de espancamento, mas confirmou que foi colocado em um carro pelos bandidos e sofreu tortura psicológica. O atleta foi ameaçado de morte e levou tapas no rosto. No entanto, ele está bem e sem sinais físicos de violência.

O meia Bernardo está assustado com a repercussão do episódio dando conta do espancamento sofrido em uma comunidade do Rio de Janeiro na madrugada da última segunda-feira. O jogador do Vasco deixou o Rio de Janeiro e vai prestar depoimento na 21ª DP (Bonsucesso) durante a próxima semana. Em conversas com amigos, ele negou ter sido espancado, mas confirmou que foi submetido a uma tortura psicológica por traficantes do Complexo da Maré. Bernardo teve de se despir e recebeu tapas no rosto.

Leia também:  União estreia neste domingo no Brasileirão série D

Dayana levou cinco tiros nas pernas de acordo com os policiais. Dois disparos atingiram a mulher de raspão. Ela foi internada no hospital Souza Aguiar. Aquiles de Abreu Rodrigues seguiu o desabafo e revelou o estado da filha após o susto.

“Não largo ela em momento algum. Graças a Deus, ela está se recuperando, em nome de Jesus. Está decepcionada pela covardia que foi feita. A mentira é a pior desgraça do mundo. Sofrer pelo que não fez é muito ruim. Quando você faz, está ciente do que pode sofrer. Mas quando paga pela covardia, injustiça da mente perversa, é muito triste”, encerrou.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.