O papa Francisco disse nesta quarta-feira que Deus é pai, “um papai, nosso papai”, que jamais se esquece dos homens e que os ama mesmo quando se equivocam.

O Pontífice realizou hoje na praça de São Pedro, diante de cerca de 40 mil pessoas, a audiência pública das quartas-feiras, na qual pela primeira vez falou em espanhol aos se dirigir aos fiéis latino-americanos.

O bispo de Roma refletiu sobre o valor salvador da Ressurreição de Cristo e disse que com ela os homens foram libertados da escravidão do pecado, feitos filhos de Deus e “gerados para uma vida nova”.

Francisco acrescentou: “é um papai, nosso papai, que nos trata como filhos, nos compreende, nos perdoa, nos abraça e nos ama ainda quando nos equivocamos”.

Leia também:  Polícia prende mais de 140 pessoas por participar de festa gay na Indonésia

O papa lembrou o profeta Isaias para dizer que embora uma mãe se esqueça do filho, “Deus jamais se esquece” das pessoas, “em nenhum momento”.

“Esta relação filial com Deus não é um tesouro que conservamos em um cantinho de nossa casa, e sim que deve crescer, deve ser alimentada a cada dia com a escuta de sua Palavra, a oração, a participação nos sacramentos e a prática da caridade’, afirmou,

Como de hábito, Francisco percorreu a praça no papamóvel e cumprimentou os fiéis, beijou a crianças e os doentes e desceu do veículo para falar com o público, em um ambiente festivo e caloroso.

Entre os presentes na audiência, para quem dirigiu uma saudação especial, estavam dirigentes do clube de coração do papa, o San Lorenzo de Almagro.

Leia também:  Morre no México padre que foi esfaqueado durante missa

Durante a cerimônia, o pontífice também expressou sua solidariedade às pessoas afetadas pelo terremoto que atingiu ontem o sul do Irã, que deixou pelo menos 37 mortos, e fez uma oração pelas vítimas da tragédia.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.