A Petrobras informou nesta quinta-feira (18) que, a partir do ano que vem, a produção de petróleo no Brasil voltará a atingir a autossuficiência volumétrica, ou seja, volumes iguais de petróleo produzido e de derivados consumidos, contando a produção da estatal, de seus parceiros e de outras empresas produtoras.

Segundo a empresa, a autossuficiência em petróleo tinha sido atingida em 2006, mas, entre 2007 e 2012, a demanda por derivados cresceu 4,9%, enquanto a produção aumentou 3,4%.

A curva de produção da Petrobras no Brasil apresentará crescimento contínuo até atingir a meta estabelecida pelo Plano de Negócios e Gestão 2013-2017, que é 2,5 milhões de barris por dia em 2016, 2,75 milhões em 2017 e 4,2 milhões em 2020.

Leia também:  Crescimento da arrecadação faz déficit primário cair 52,7% em agosto

Em 2020, a Petrobras estima que terá capacidade de refinar 3,6 milhões de barris por dia, enquanto o consumo deverá ficar em torno de 3,4 milhões de barris diários. “A produção brasileira de petróleo passará, então, a superar a produção de derivados, o que também dará ao país a autossuficiência em derivados”, afirma a empresa, em nota.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.