Preparar professores do ensino básico e da área de educação física para desenvolver atividades que envolvam pessoas com deficiência visual, inclusive treinadores de modalidades esportivas paraolímpicas. Esta é a meta da diretoria da Associação Rondonopolitana de Deficientes Visuais – ARDV que firmou parceria com a prefeitura e outras instituições para realizar o Curso de Capacitação Esportiva, Orientação e Mobilidade que começa nesta terça-feira (2) e é aberto à comunidade.

São oferecidas cerca de 50 vagas para professores de escolas públicas e privadas, acadêmicos do curso de Educação Física e policiais militares que atuam no Programa Rede Cidadã, além de qualquer cidadão interessado em contribuir com o desenvolvimento esportivo, cultural e social das pessoas com deficiência visual. O presidente da ARDV, Vanderlei Siles Alves, explica que o curso reúne aulas teóricas e práticas sobre as modalidades esportivas adaptadas para quem tem baixa visão.

Leia também:  Após ter um ano de altos e baixos Júnior Tavares não é certeza no São Paulo em 2018

O professor de Educação Física da Secretaria de Educação do Estado (Seduc), Ricardo de Oliveira Itacaramby, vai ministrar as aulas sobre atletismo como esporte praticado por deficientes visuais. Nágila Zambonatto – educadora física que trabalha com deficientes visuais há 10 anos – vai falar sobre o futebol de 5 e o golbol que são modalidades adaptadas às pessoas com baixa visão. As aulas da professora que também é técnica da seleção mato-grossense de futebol de 5 vão ser incrementadas com demonstrações desses esportes.
O campeão brasileiro sub20 de xadrez e associado da ARDV, Douglas Asté

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.