Personagens do stand up comedy - Foto: assessoria
Personagens do stand up comedy – Foto: assessoria

Dentre os diversos personagens do stand up comedy, podemos citar o irreverente palhaço Mocorongo, que trouxe ao palco do Centro de Eventos Jovelina Maria de Almeida de Jaciara uma introdução da apresentação do Projeto Só Ria “Jovens Cristãos em missão por um mundo melhor”. O show, realizado no último domingo (28), contou com participação de centenas de pessoas, dentre jovens, adultos e, principalmente, crianças.

Em um mesclado de mágicas, números, coreografias e música, a apresentação envolveu a platéia e resgatou a magia dos palhaços, trazendo diversão e cultura ao público presente. Uma forma estimulante, onde a arte circense, misturada às técnicas do teatro criou um verdadeiro espetáculo, envolvendo o público em um diálogo direto, estimulando uma visão ampla em diversos temas.

Leia também:  Governo rebate Santa Casa e diz não reconhecer dívida de R$ 5,3 milhões

A psicóloga Ilana Deyzi Bohm Sakudo levou os filhos Maria Tereza (8) e Tateki Bohm (12), que não perderam um instante das apresentações.

Deslumbrada com o que presenciou, ela ressaltou a doação desses artistas como forma de descontração e cultura. “Cada um deles já tem a vida caminhando lá fora e esse trabalho que eles fazem é voluntário. Me diverti, gostei, descontrai e o desfile foi ótimo para descontrair as crianças. Eu gostei muito! As crianças amaram.”, contou.

O prefeito Ademir Gaspar levou a família e prestigiou todas as performances dos artistas, tendo a oportunidade ainda de participar de um dos números.

Fruto de uma parceria entre a empresária Ângela Cristina Grandi Fonseca e a Paróquia São Francisco de Assis, o Só Ria envolveu a juventude cristã de vários segmentos “Eu sempre sonhei com esse projeto e essa idéia já havia sido lançada algumas vezes”, comentou.

Leia também:  População de Rondonópolis poderá fazer a emissão de RG durante Caravana

Inspirada também em trabalhos semelhantes realizados no Hospital do Câncer, Ângela conta que esse sonho amadureceu mais ainda a partir de um contato com duas sobrinhas residentes em Cuiabá, que participaram de um curso aplicado pela equipe “Operação Só Ria”. O grupo de voluntários que desenvolveu o projeto em Jaciara. “Há um ano minhas duas sobrinhas, que estudam a Universidade Federal de Mato Grosso, fizeram esse curso na capital e ficaram apaixonadas. Comentando e conversando, peguei os contatos, marcamos uma reunião com o grupo e expliquei sobre os nossos jovens de Jaciara.”, ilustrou.

Com a idéia amadurecida, a empresária procurou o pároco Padre Jônatas Marcos da Silva Santos, que ofereceu total incentivo. “Fizemos o acerto, falei com o padre, que nos ajudou. Também fui aos grupos de jovens e fui contatando várias pessoas”, contou.

Leia também:  Dia "D" para atualização de caderneta de vacinação é realizado neste sábado em Rondonópolis

Além de abrir a participação do projeto a outras igrejas, Ângela destacou o apoio fundamental de jovens como a psicóloga Andressa Bohm.

”A Andressa é uma pessoa muito dinâmica e foi pra mim como um braço direito nessa reta final”, avaliou.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.