Pessoas discutems sobre a criação do pré-comitê - Foto: assessoria
Pessoas discutems sobre a criação do pré-comitê – Foto: assessoria

Uma das regiões mais importantes do Estado e que abriga um grande potencial hídrico, o extremo Sul de Mato Grosso definiu, após uma reunião, pela criação da Comissão do Pré-Comitê de Bacia Hidrográfica do Araguaia, chamada de TA-3. Dos doze municípios banhados pelos afluentes do lado esquerdo do rio, representantes das cidades do Alto Taquari, Alto Garças, Ponte Branca, Araguainha, Alto Araguaia e Barra do Garças estiveram no encontro.

A criação do Comitê de Bacia do Araguaia, visa implementar a lei de Política Nacional de Recursos Hídricos que institui os Comitês de Bacia Hidrográfica como órgãos que emitem pareceres, estabelecem normas e tomam decisões. É nos comitês que ocorrem as discussões e decisões no âmbito de cada bacia hidrográfica. A Comissão do Pré-Comitê de Bacia Hidrográfica do Alto Araguaia foi integrada pelas doze cidades que formam sua bacia.

Leia também:  Febre Chikungunya aumenta 116% neste ano em Mato Grosso

Do município de Alto Araguaia, integram a Comissão do Pré-Comitê de Bacia Hidrográfica do Araguaia o diretor-presidente da Associação Cultural Ecológica Nascente do Araguaia e Taquari (ACENA), Nelsoney da Costa Marques, como presidente. Os integrantes da Comissão Auxiliar são: Isabel Christina Silva, representante da Igreja Católica e da sociedade civil; o engenheiro sanitarista e coordenador do Plano Municipal de Saneamento Básico de Alto Araguaia, Luiz Carlos de Souza; o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano, Jefférson Luiz Berigo.

A Comissão do Pré-Comitê foi eleita em reunião e aprovada pelo Conselho Estadual de Recursos Hídricos (CEHIDRO). Nelsoney lembrou ainda do trabalho da Gerente de Fomento e Apoio ao Comitê de Bacia Hidrográfica (CBH). “Que não mediu esforços na orientação de elaboração dos documentos, seguindo as exigências do CEHIDRO. Também não podemos deixar de agradecer a importante parceria com a Procuradoria de Justiça Especializada em Defesa do Meio Ambiente, do Ministério Público de Mato Grosso. Representantes destes dois órgãos estiveram em Alto Araguaia e em outros vários municípios do Estado, promovendo articulação visando à criação de Comitês. Este trabalho foi realizado pelo promotor Márcio Florestan Berestinas. Fazemos questão de parabenizá-lo pelo esforço de convocação e mobilização para que fosse realizada a primeira reunião em Alto Araguaia”, disse o presidente.

Leia também:  Chuva deixa mais de 45 mil sem energia elétrica em Rondonópolis
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.