O susto foi grande, mas o Santos está classificado para a semifinal do Campeonato Paulista. Em uma noite ruim de Neymar, que foi recebido com festa, mas jogou com dores, quem brilhou na vitória sobre o Palmeiras foi Rafael. Depois do empate por 1 a 1 no tempo normal, o goleiro defendeu as cobranças de pênalti de Kleber e Leandro, garantiu a vitória por 4 a 2 e manteve o Peixe vivo na luta pelo inédito tetracampeonato estadual. A raça mostrada pelo Verdão, desta vez, não foi o bastante. Agora, o foco passa a ser a Taça Libertadores.

O Santos esteve com a vaga nas mãos durante a partida. Cícero abriu o placar ainda no primeiro tempo, mas a equipe não soube aproveitar as chances de gols. Neymar, escalado de última hora por causa de dores na coxa esquerda, perdeu duas oportunidades claras, parando em belas defesas de Bruno. O Palmeiras foi guerreiro novamente. Kleber marcou de cabeça em falha de Edu Dracena e levou a decisão para as penalidades.
Se Neymar não foi bem, a torcida do Santos aproveitou para dar apoio a seu grande ídolo da atualidade. Faixas de incentivo ao jogador foram espalhadas pelas arquibancadas da Vila Belmiro. Na última quarta-feira, o atacante recebeu muitas vaias e chegou a ser chamado de “pipoqueiro” pelos torcedores mineiros durante o empate do Brasil com o Chile, no Mineirão.

Leia também:  Colorado perde e precisa reverter diferença de dois gols

Nas semifinais, o Santos enfrentará o Mogi Mirim, que goleou o Botafogo de Ribeirão Preto por 6 a 0 e terá a vantagem de fazer o jogo único contra o Peixe em seu estádio.
Já o Palmeiras volta a se concentrar apenas na Taça Libertadores. Classificado para as oitavas, o Verdão encara o Tijuana, terça-feira, às 22h30m (de Brasília), no México. A partida de volta está marcada para 14 de maio, no Pacaembu. Quem passar pega São Paulo ou Atlético-MG.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.