Seis acusados de roubos a residências e postos de combustível foram presos Polícia Judiciária Civil. As quadrilhas começaram a ser desarticuladas na quarta-feira (17.04), com a prisão de três membros. Outros três tiveram mandados de prisão preventiva cumpridos nesta quinta-feira (18), dentro de presídios da Capital e Santo Antônio do Leverger.
As investigações da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), da Capital, identificaram quatro pessoas envolvidas no assalto praticado em um posto de combustível, no bairro Ribeirão do Lipa, ocorrido no dia 23 de janeiro de 2013.
Entre os que tiveram mandado de prisão cumprido está o policial militar, Almir Monteiro dos Reis, preso em flagrante há cerca de um mês, por assalto praticado em outro posto de combustível.
No assalto ao posto Florais, região do Ribeirão do Lipa, a vítima reconheceu o policial militar, os irmãos Alexandro Leonilton da Silva e Alex Marcolino da Silva e Tager Wilson de Araujo Breckenfladas como autores o roubo a mão armada. Do local, a quadrilha subtraiu aparelhos eletrônicos e R$ 8 mil em cigarros.
Os irmãos foram presos no bairro Santa Angelita, na Capital. O PM teve a ordem de prisão cumprida no presídio de Santo Antônio de Leverger.
Os outros dois presos, Acaz de Queiroz Garcia e Gabriel Ítalo da Silva Costa, são autores de um roubo praticado em uma residência do bairro Boa Esperança, no dia 21 de fevereiro deste ano. As vítimas também reconheceram os acusados de roubar R$ 5 mil e equipamentos eletrônicos da casa.
O suspeito Acaz de Queiroz Garcia foi preso no Pedregal, na Capital, e Gabriel teve a ordem cumprida dentro da cadeia.
As ordens de prisão foram  expedidos pela 5ª Vara Criminal de Cuiabá. As investigações são do delegado Márcio Moreno Vera. Conforme o delegado, os presos serão investigados em  outros crimes.
Advertisements
Leia também:  Dupla armada faz família refém durante assalto no Jardim Morumbi

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.