Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

O botox é um tratamento que custa cerca de 200 euros anuais, e que muitas mulheres investem para amenizar pés-de-galinha e linhas de expressão. Mas cientistas alertam que aquelas que abusam do método podem estar desperdiçando seu dinheiro, uma vez que podem ter se tornado imunes aos efeitos. As informações são do site do jornal britânico Daily Mail.

Eles avisam que a droga utilizada, um tipo de neurotoxina, pode passar a não mais atuar congelando os músculos faciais depois de algum tempo de uso. Isso porque algumas mulheres acabam desenvolvendo anticorpos para alguns tipos de tratamento, o que significa que eles podem parar completamente de funcionar.

Leia também:  Conheça as tendências de acessórios que são a aposta do momento | Moda e Beleza

Um estudo conduzido por pesquisadores alemães, publicado no Journal of Neural Transmission, mostrou que um em cada 200 usuários de botox desenvolveram anticorpos, o que fez com que o tratamento se tornasse menos efetivo ao longo do tempo.

Pacientes que necessitam de altas doses – incluindo os que têm prescrição médica para curar espamos ou sudorese – são mais propensos a parar de apresentar respostas, observaram os cientistas.

O especialista Kuldeep Minocha, da Harley Street’s Absolute Aesthetics Clinic, afirma que já notou o desenvolvimento da imunidade em alguns pacientes. “Com as pessoas que vêm usando botox por dez anos ou mais, podemos ver um pouco mais de resistência”, pontuou.

Leia também:  Confira modelos de faixas coloridas para bebês | Moda e Beleza

O dermatologista Nick Lowe, de Londres, acrescentou que o desenvolvimento da imunidade se deve a uma série de fatores, que têm a ver com a forma como a toxina trabalha dentro das células. “É similiar à forma como as pessoas se tornam resistentes aos antibióticos”, explicou.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.