A contraprova do exame antidoping do meia Deco, do Fluminense, confirmou nesta sexta-feira o uso da substância Furosemida. O exame foi feito no laboratório do Instituto de Química da Universidade Federal do Rio de Janeiro, e entregue ao jogador e ao TJD-RJ (Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro). No início da semana, a entidade divulgará a suspensão preventiva de 30 dias – similar a do meia Carlos Alberto, do Vasco – e a data do julgamento.

Como as notificações ainda não foram realizadas oficialmente, ele pode entrar em campo na final da Taça Rio, domingo, contra o Botafogo, o que não deve acontecer por conta da recuperação de uma lesão, e também para preservar o atleta. Deco pode ficar até dois anos suspenso se for considerado culpado.

Leia também:  Cuiabá apresenta elenco visando temporada 2018

O teste positivo foi realizado após a vitória por 2 a 0 do Fluminense sobre o Boavista, no último dia 30 de março, pela Taça Rio. A substância é a mesma que foi detectada na urina dos nadadores Cesar Cielo, Nicholas dos Santos, Henrique Barbosa e Vinicius Waked. A defesa do jogador de 35 anos alegará que a ingestão teria acontecido por intermédio de contaminação de vitaminas que o atleta compra em farmácias de manipulação, mesma argumentação dos nadadores, que receberam uma advertência.

O Fluminense declarou que só irá se manifestar quando receber a notificação da contraprova, o que deve acontecer neste sábado. A tendência é que algum dirigente conceda entrevista para falar sobre o caso. O clube carioca está oferecendo apoio ao atleta e acredita em sua inocência. Uma punição de dois anos poderia culminar na aposentadoria de Deco, que recentemente admitiu a possibilidade de parar de jogar ao final desta temporada.

Leia também:  Cuiabá vence Luverdense e se classifica para semifinal no sub-17

Antes do exame, Deco vivia situação complicada na equipe carioca, com lesões e a reserva. O jogador não participou da derrota por 2 a 1 para o Emelec, pelas oitavas de final da Libertadores, na última quinta-feira. O departamento de futebol informou que ele ainda não está 100% fisicamente e por essa razão não viajou com os demais jogadores. O camisa 20 se manifestou apenas através de um comunicado, na última quarta-feira.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.