O Secretário Municipal de Cultura e Turismo, Dinivaldo Lima, a pedido do prefeito Hélio Goulart convocou na segunda-feira (6), no “Clube do Laço”, uma reunião com os amantes de montaria a cavalo para tratar da realização da 1ª Cavalgada de Guiratinga. Participaram da reunião, além do Prefeito Hélio, o presidente da Câmara Municipal, Adão do Gás, o secretário de Obras, Ricardo Machado, fazendeiros e diversas pessoas amantes deste esporte.

Ficou definido que o evento acontecerá nos dias 14 e 15 de junho com o nome de “Cavalgada Amigos da Natureza”, partindo da localidade da Aldeia (entrada da Coreia) com destino a Guiratinga. Este será mais um evento que fará parte do calendário de eventos oficiais do município. O evento terá uma programação diferenciada, com um Bailão na localidade do Aldeia, no dia 14 de junho, onde os cavaleiros farão a concentração para a partida as 07h do dia 15 e depois farão uma parada na Fazenda Santa Felícia para um almoço e descanso dos animais. A cavalgada será finalizada no Clube do Laço  a noite com outro grande Bailão.

Leia também:  Cerca de 3,5 mil pessoas são atendidas pela 9ª Caravana da Transformação em MT

O prefeito Hélio Goulart e o Secretário Dinivaldo Lima comunicam a todos que só poderão participar da cavalgada quem fizer a inscrição com antecedência, pois, só será permitida a presença de animais que estiveram com exame negativo de anemia infecciosa equina, vacinação contra Influenza e GTA no prazo de validade de cada um, que será apresentado ao veterinário da Prefeitura Municipal Raphael Palha,

Ficou definida também uma taxa de R$ 75,00 por cavalo inscrito para o custeio dessas despesas.

Dinivaldo explica que todo o percurso será sinalizado com bandeirinhas para evitar acidentes durante o trajeto e também será disponibilizada, através da Secretária de Saúde, uma ambulância com enfermeira padrão para atendimento das equipes.

Leia também:  Aumentam em 30 % os casos de roubos e furtos de animais na área rural

“O objetivo da cavalgada, além do lazer e da diversão peculiares, será divulgar os pontos turísticos do município, como por exemplo, o histórico Morro da Arnica que é um ponto turístico da região que poucos conhecem e que tem uma grande história do passado e das lides garimpeiras. Existe também o trabalho de conscientização das pessoas com a necessidade de cuidar do meio ambiente. Cada ano será escolhido uma rota diferenciada para ser feito o percurso”, explicou Dinivaldo Lima.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.