Material apreendido-Foto:Assessoria
Material apreendido-Foto:Assessoria

Mais de 500 garrafas usadas de uísque que seriam abastecidas com bebida falsificada foram apreendidas, pela Delegacia do Consumidor, da Polícia Judiciária Civil, nesta quinta-feira (16.05), no bairro São João Del Rei, em Cuiabá. As garrafas foram apreendidas em poder do garçom, José Lopes da Costa, 44, autuado em flagrante pelo crime de falsificação de produtos alimentícios.

Na residência do acusado foram apreendidas garrafas vazias de uísque de 12 e 18 anos, além de algumas de safra especial. As garrafas estavam dentro das caixas, tais como são comercializadas, e armazenadas em um cômodo apropriado para conservação.

No local, ainda foram apreendidos oito garrafas prontas para comercialização e centenas de lacres, que com auxílio de um secador industrial eram utilizados como garantia de autenticidade das garrafas fraudadas.

Leia também:  Suspeito de aplicar golpe em quatro locadoras é preso

Segundo a delegada da Delegacia do Consumidor, Ana Cristina Feldner, pelo fato do acusado trabalhar como garçom, tinha acesso a vários buffet’s, onde provavelmente conseguia as garrafas. “Pelo padrão das bebidas, sabemos que o acusado pegava o material em festas de pessoas de alto poder aquisitivo, realizada em renomados buffet’s”, explicou.

De acordo com as investigações, o líquido engarrafado não era preparado na residência. O local era apenas usado para acondicionar as garrafas.

A pena para o crime de falsificação ou adulteração de produtos alimentícios é de 4 a 8 anos de reclusão e multa.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.