A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe termina ontem (10),mas o Ministério da Saúde recomenda que os municípios que não atingiram a meta de imunizar 80% do público-alvo continuem com a vacinação. No balanço geral dos estados, apenas Alagoas, Goiás, o Paraná, Santa Catarina e o Rio Grande do Sul cumpriram a meta de imunizar gestantes, pessoas a partir dos 60 anos, mulheres até 45 dias após o parto, indígenas, crianças de 6 meses a menores de 2 anos, profissionais de saúde, além dos doentes crônicos e pessoas privadas de liberdade.

Até a manhã de hoje, 2,6 milhões de pessoas do grupo prioritário ainda não tinham procurado os postos de saúde em todo o país. A vacinação contra a gripe começou no dia 15 de abril e foi prorrogada até hoje. Balanço do Ministério da Saúde mostra que, até as 9h, 28,7 milhões de integrantes do grupo prioritário tinham sido vacinados, o que representa 91,6% da meta do público-alvo de 31,3 milhões de pessoas.

Leia também:  Homem espanca dois moradores de rua até a morte com uma barra de ferro

Os estados que atingiram menor cobertura são Roraima (52,23%), Mato Grosso (63,1%), Tocantins (67,52%), Bahia (67,64%), e Roraima (67,87). Estão excluídas desse balanço, as doses aplicadas em doentes crônicos e pessoas privadas de liberdade.

A vacina aplicada na campanha deste ano protege contra os seguintes subtipos de influenza: A (H1N1) ou gripe suína, que se disseminou pelo mundo na pandemia de 2009, A (H3N2) e B.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.