Reintegracao de posse no assentamento do mta
Fila de veículos paradas na pista devido ao bloqueio

Duas pessoas foram presas durante a operação de reintegração de posse realizada pela Polícia Militar (leia aqui). A informação do comando da PM é de que duas mulheres que estavam filmando a ação foram detidas e levadas para a delegacia de Guiratinga.

Os integrantes do assentamento fizeram uma barreira a cerca de mil metros antes da barreira da Polícia e que agora ninguém consegue passar nos dois sentidos, ou seja, quem pretendia vir de Guiratinga a Rondonópolis ou vice versa está parado na pista sem poder passar, o que tem causado revolta.

Com essa medida, há possibilidade de um confronto entre os assentados e a Polícia Militar. Neste momento os policiais aguardam uma definição do comando.

Leia também:  Escola de Poxoréu é queimada em ato de vandalismo

ATUALIZAÇÃO

Os assentados cortaram galhos de árvores colocaram na pista e atearam fogo. Eles alegam que não vão abrir a pista enquanto a polícia não liberar as duas mulheres que foram presas. O comando da PM decidiu, por enquanto, evitar o confronto.

Às 17h52

O advogado dos integrantes do assentamento, Paulo César, já está no local para negociar a liberação da duas detidas. O proprietário da terra onde está sendo desocupada havia alugado um caminhão para fazer a retirada dos objetos das famílias, mas como houve o bloqueio os materiais estavam sendo jogados no chão pelos motoristas.

Assentamento onde está acontecendo a desocupação
Assentamento onde está acontecendo a desocupação
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.