Ricardo Portillo faleceu na noite deste sábado. O árbitro americano estava internado em estado crítico desde o dia 27 de abril, quando foi agredido por um adolescente de 17 anos durante uma partida de futebol em Salt Lake, no estado de Utah, nos Estados Unidos. O incidente repercutiu em toda a imprensa mundial, com especial destaque para a americana, que não tardou em divulgar a morte de Portillo.

Aos 46 anos, ele foi atingido na região da cabeça pelo jovem jogador após ter punido o atleta com um cartão amarelo. Logo após a agressão, pouco se sabia da gravidade das lesões, já que o árbitro voltou a apitar o jogo por alguns minutos. Só depois ele sentiu-se mal, vomitou e foi perder a consciência quando já estava a caminho do hospital.

Leia também:  Estreia de Pelé pela seleção brasileira completa 60 anos

Depois disso e com uma série de exames, os médicos constataram que o estado do paciente era extremamente delicado. Após 8 dias internado, ele não resistiu e faleceu.

Já o jovem agressor foi preso e encaminhado para uma casa de detenção juvenil. Diferente do que acontece no Brasil, a justiça americana avalia cada caso e decide se o menor será julgado como adulto ou não. Caso decida-se que o jovem seja julgado como maior de idade, ele poderá pegar ir para a prisão comum.

“Uma acusação formal será exibida no início da semana pelo gabinete oficial de Salt Lake”, disse a polícia local através de um comunicado, de acordo com o jornal americano The Independent.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.