Um jogador de 27 anos que disputou o Campeonato Mato-grossense pelo Mato Grosso Esporte Clube, foi assassinado com pelo menos três tiros dentro de um ônibus por volta das 05h deste sábado, em Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá.

De acordo com a Polícia Militar, Marcos Antônio Rodrigues, mais conhecido como ‘Marquinhos’ foi seguido até um ponto de ônibus por um suspeito após ter deixado uma casa noturna localizada no bairro Cristo Rei. Testemunhas relataram à polícia que o suspeito entrou no ônibus coletivo, localizou a vítima e, antes de atirar, gritou: “Você perdeu”.

O tenente-coronel da PM, Victor Paulo Fortes, afirmou que o jogador não teve chance de se defender e morreu na hora.

Leia também:  Mato-grossenses jogam pelo brasileiro neste final de semana

O suspeito não levou nenhum pertence da vítima e foragiu do local. Passageiros que estavam no veículo serão ouvidos para tentarmos localizar o suspeito –  explicou o militar.

Ainda segundo Fortes, o suspeito fugiu em um carro prata e, até o fechamento desta reportagem, nenhum suspeito foi localizado.

Para a Polícia Militar, o crime tem características de execução. O corpo do jogador de futebol foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) para a realização de perícia. Ainda não há informações sobre o velório e o sepultamento do corpo de Marquinhos. Amigos e profissionais do futebol de Mato Grosso ficaram surpresos com a morte do jogador. De acordo com o ex-técnico do Mato Grosso, Eduardo Henrique, o jogador era ‘reservado, tímido e de boa índole’.

Leia também:  Diretoria do União decide manter 15 jogadores que disputaram a Série D

Nunca ninguém falou nada se ele tinha ou não inimigos – afirmou o treinador.

Marquinhos atuava como atacante no Mato Grosso desde 2008. Na edição 2013 do Mato-grossense de Futebol, ele jogou 10 partidas, mas não marcou nenhum gol. O time foi considerado a sensação do torneio, sendo eliminado somente na semifinal.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.