O novo sistema de cadastro online para os programas habitacionais disponíveis em Rondonópolis já está no ar, em link disposto no site oficial da prefeitura. Nesta quarta-feira (29), o secretário que chefia no município o setor de habitação, Ildo Rodrigues, recebeu a imprensa e falou dos benefícios da modernização do processo de organização dos requerentes.

O secretário mostrou aos jornalistas o passo a passo da nova ferramenta. “Quando o internauta acessa o site da prefeitura já vê no lado direito o link do projeto ‘Casa da Gente’. Clicando, o cidadão vai ter a opção de entrar na relação dos munícipes inscritos. Já no interior do sistema, estarão cadastrados com foto e informações pessoais todos os possíveis futuros beneficiários”, explicou.

A ferramenta inaugurada na internet foi uma exigência do prefeito Percival Muniz para moralizar o processo de inscrição de candidatos, que foi alvo de muita desconfiança nas últimas gestões. Ildo detalha que qualquer um pode ser um fiscal e ter o direito de denunciar qualquer irregularidade que por ventura identificar.

Leia também:  Mais de 20 mil alunos voltam às aulas da rede municipal em Rondonópolis

“Quando o internauta notar na listagem alguém que não esteja enquadrado nos critérios conhecidos para receber uma moradia pelo ‘Minha Casa, Minha Vida’ ele irá até uma ‘lupinha’ com os detalhes do inscrito do lado direito da tela e ter acesso as informações do candidato. Lá, terá o link da denúncia, que sendo acionado liberará uma caixa de texto onde a pessoa vai poder registrar seu depoimento. Receberemos e analisaremos a situação em nosso banco de dados com bastante rigor”, salientou Rodrigues.

Apesar de incluir o grande público no processo de fiscalização, o secretário afirmou que a participação popular tem de ser embasada para de fato ajudar o Poder Público. “Quando a pessoa souber que aquele candidato não é solteiro como está registrado e que tem um cônjuge que possui uma renda alta e que não se enquadra no programa, por exemplo, nós precisamos dos nomes dos envolvidos, endereços e informações precisas. Assim como se a pessoa ali registrada já tem uma casa, temos de saber onde é esta residência, para então destinarmos uma equipe para averiguar o caso”, frisou.

Leia também:  Projeto Mais Esporte, Mais Cidadania vai beneficiar cerca de 1.200 alunos

Os primeiros relacionados no sistema são os que almejam moradias nos residenciais Pedro Casaldáglia, Dona Fiuca e Magnólia Angélica Araújo. Os cadastros ainda serão enviados à Caixa Econômica Federal, que é quem realmente aprova os nomes, lembra Ildo Rodrigues.

DOM OSÓRIO

Ildo ainda aproveitou a presença da imprensa para esclarecer que a Prefeitura ainda aguarda a reavaliação da Caixa Econômica para inaugurar a segunda etapa do Residencial Dom Osório. “Não depende de mim e nem do prefeito. Eu não tenho nem como estipular prazo para isso porque estamos aguardando a liberação da Caixa Econômica para entregarmos as casas. Refizemos a documentação e assim como os candidatos, estamos aguardando a resposta”, disse.

Leia também:  18° GAC realiza exposição em comemorações à 'Semana do Soldado'

Foram 156 candidatos que em um primeiro momento apresentaram irregularidades e pelo menos 22 ainda continuam com pendências, mesmo após uma primeira reavaliação. Com a nova etapa de análise é da instituição bancária e principal financiadora dos programas habitacionais do Governo Federal, a data de entrega do residencial, que vai ter 348 unidades no segundo lote, só deve ser definida na primeira quinzena de junho.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.