Um ano atrás eu estava em Las Vegas acompanhando a aguardada estreia de Antonio Pezão no UFC, o gigante que tinha nocauteado a lenda Fedor Emelianenko no Strikeforce, mas o que vi foi um passeio do então ex-campeão dos pesados Cain Velasquez. O que poucos poderiam imaginar que agora eles se reencontrariam para disputar o cinturão.

Agora, Cain volta como campeão, mas a situação de Pezão pouco mudou. Ele novamente é o azarão da disputa. Minto. Dessa vez ele é AINDA MAIS zebra por conta da primeira luta entre eles. Porém, o brasileiro gosta dessa situação. Nos últimos anos, ele sempre teve atuações mais convincentes quando estava desacreditado.

Foi assim, por exemplo, contra Fedor, Travis Browne e em sua última luta contra Alistair Overeem. Já contra o então desconhecido Daniel Comier, no GP dos pesados do Strikeforce, acabou derrotado.

Leia também:  Judoca brasileira vence adversária com 11 segundos e se torna a bicampeã mundial
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.